Agência Brasileira de

Abin

Migrações

 

Brasil vive nova onda de imigração

O Brasil vive novo ciclo migratório, reflexo das mudanças geopolíticas e econômicas mundiais da última década que intensificaram os fluxos de pessoas pelas fronteiras do país.

A partir da crise econômica mundial de 2008, e como consequência do crescimento econômico do Brasil na última década, parte da comunidade brasileira que vivia no exterior inicia movimento de retorno ao país. Refugiados e imigrantes também passaram a buscar o Brasil como alternativa para constituírem suas vidas.

 

Histórico

A formação do povo brasileiro é parcialmente oriunda de fluxos migratórios históricos de africanos, europeus e orientais. Nos anos 1930 a 1960 houve redução no ingresso de imigrantes no Brasil. De 1970 a 1990, o Brasil era considerado país de emigrantes, devido à saída de brasileiros ao exterior em busca de oportunidades de trabalho.

 

 

ATUAÇÃO DA ABIN


A ABIN desenvolve ações de Inteligência com a missão de compreender o fenômeno migratório e seus impactos sociais, políticos e econômicos para o país.

A Inteligência subsidia a elaboração de políticas públicas que assegurem que o acesso de imigrantes e refugiados ao país seja feito por pessoas idôneas, que não ameacem a segurança da sociedade brasileira. A ABIN também atua no enfrentamento ao tráfico de pessoas e a outros delitos transfronteiriços que envolvam migrantes, tanto na condição de criminosos como de vítimas.

Com a chegada de quantidade significativa de imigrantes hipossuficientes econômicos nos últimos anos, o Estado brasileiro tem se esforçado para promover políticas de acolhimento e assistência a esses contingentes. Os relatórios de Inteligência da ABIN têm assessorado tomadores de decisão de alto nível na elaboração de políticas públicas para as populações de imigrantes vulneráveis.

 

 

facebookgoogle_plusmail