Agência Brasileira de

Abin

Espionagem

 

ABIN defende o país da espionagem internacional

A espionagem é a ação realizada por um agente adverso que busca obter, de maneira clandestina, acesso a informações sensíveis ou sigilosas do governo brasileiro e de instituições nacionais para beneficiar outros países, organizações, grupos de interesse ou empresas.

Ações de espionagem permitem a agentes adversos aos interesses do país o acesso indevido a conhecimentos sensíveis, como o domínio de tecnologias avançadas ou decisões tomadas na condução das relações internacionais.

A obtenção destes dados por espiões prejudica a competitividade econômica do país, compromete objetivos estratégicos nacionais e afeta a condução da política exterior. Por meio de ações de espionagem, o agente adverso busca acessar dados que não estão disponíveis em fontes de informação abertas.

O intuito é fornecer ao seu patrocinador vantagens de natureza política, geopolítica, militar, econômica, tecnológica ou científica. O acesso não autorizado à informação sigilosa pelo agente adverso pode ocorrer não apenas de forma física e presencial – como no caso da obtenção de cópia de documento sigiloso – mas também de maneira remota, por meio de operações de espionagem cibernética.

 

 

Agência também atua na segurança das comunicações

ESPIONAGEM E SABOTAGEM CIBERNÉTICA


Ao mesmo tempo em que a expansão da rede representa avanço na rapidez e disponibilidade das comunicações, também resulta em vulnerabilidades. As novas condições propiciadas pelo “mundo em rede” expõem informações sensíveis – privadas e públicas – a operações de espionagem cibernética conduzidas tanto por empresas concorrentes quanto por governos estrangeiros.

Operações cibernéticas realizadas por governos ou empresas estrangeiras contra interesses brasileiros buscam não apenas acessar dados existentes em sistemas e bancos de dados públicos e privados nacionais. Também almejam impedir o adequado funcionamento da infraestrutura de comunicação nacional ou, até mesmo, adulterar e destruir ativos de informação do país, o que constitui sabotagem.

 

 

Contrainteligência defende os interesses nacionais

AÇÕES DE CONTRAINTELIGÊNCIA


A atividade de Contrainteligência conduzida pela ABIN desenvolve trabalho de obtenção e análise de dados para detectar e neutralizar ações de espionagem contra interesses do país e avaliar as ameaças cibernéticas aos interesses nacionais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

facebookgoogle_plusmail